Vou abrir minha clínica de estética. E agora? Saiba quais são os primeiros passos.

Vou abrir minha clínica de estética. E agora? Saiba quais são os primeiros passos.

Você sabia que começar um empreendimento sem planejamento e plano de ação pode prejudicar o andamento do seu negócio? Saiba os passos para abrir uma clínica de estética e obter sucesso.

Eu sou a Mayte Peres, biomédica esteta e proprietária de uma clínica de estética. Quero hoje compartilhar um pouco do meu aprendizado a fim de que você se identifique e se inspire para então, trilhar o seu caminho de sucesso.

O sonho do meu centro estético começou a ser desenvolvido em 2012 e desde então comecei a realizar os primeiros investimentos. O plano inicial era trabalhar homecare, portanto, adquiri equipamentos que eram leves e portáteis.

Esse é o primeiro passo:

Qual o seu tipo de negócio? Você deseja inicialmente abrir uma clínica ou o atendimento em homecare te atende? Você precisa amadurecer a ideia de que é aos poucos que se começa, e mesmo sendo um tipo de negócio menor ou mais simples, não deixa de ser os primeiros passos do seu sonho!

2º passo:

Realize uma pesquisa de mercado e entender qual o tipo de clientes que você irá atender. Idade e gênero são duas perguntas primordiais, tendo em vista que os seus primeiros investimentos estarão de acordo com o seu público-alvo. Desse modo, faça uma pesquisa em seu Instagram pessoal sobre quais tipos de tratamentos estéticos as pessoas que te seguem mais gostariam de realizar. E assim, você já terá uma base para escolher os primeiros equipamentos e produtos.

 Lembre-se: Você não precisa de grandes tecnologias no início, com pouco se faz muito! Duas das tecnologias muito procuradas para primeiros empreendimentos são: Vapor de Ozônio e Vacuodermo portátil. Através deles você conseguirá agregar diferentes tipos de protocolos aos seus atendimentos. Para saber mais sobre os fatores importantes para a escolha assertiva dos seus primeiros equipamentos, clique aqui.

3º passo:

Após essa pesquisa lembre-se de listar os materiais que você precisará, verificar os custos fixos, ou seja, aqueles que todo mês você terá. Além dos custos variáveis, que serão aqueles que você terá a cada 2 ou 3 meses, por exemplo, ou que variam de acordo a utilização. Essas informações serão importantes para criar os seus insumos gerais e específicos, que farão parte do seu planejamento financeiro.

4º passo:

Saber quanto você gasta por atendimento é primordial para custear o seu preço. Logo depois, você saberá a porcentagem de desconto que poderá conceder para os seus clientes mais fiéis ou para clientes que gostariam de fechar um plano de tratamento com você. Nessa lista deverá constar desde a maca até o algodão, gaze, luvas, produtos, entre outros. Não esqueça de nenhum item!

No entanto, caso você opte por alugar um espaço, este custo também deve fazer parte do seu custo fixo. O que você precisa avaliar é: Tenho renda suficiente para bancar o meu negócio em pelo menos 6 meses? A princípio, a resposta dessa pergunta irá te guiar para escolher ou não iniciar por um centro estético. Pois, o primeiro ano do seu negócio irá ser destinado a investimentos, limitando um pouco da sua renda a fim de encontrar a estabilização financeira. Nada é impossível, com dedicação, perseverança, paciência e muito trabalho você conseguirá se desenvolver cada vez mais. Sendo assim, não pule nenhuma etapa, você precisa dar um passo de cada vez.

O que destaca um bom profissional é o conhecimento que é construído através de treinamentos, workshops, vídeo aulas, especializações, prática clínica e, também, através de textos como esse. A Fismatek está com você nessa jornada para te ajudar a se tornar uma/um profissional ESTRELA.


Quer saber mais? Fale com um de nossos consultores Fismatek clicando aqui.


Dra. Mayte Peres

Dra. Mayte Peres

• Tecnóloga em Estética e Cosmetologia – Centro Universitário SENAC • Biomédica pós graduada em Estética – FMU/IPESSP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.