Vacuodermo LED: Tecnologia versátil com duas terapias

Vacuodermo LED: Tecnologia versátil com duas terapias
Ledterapia

Antes de mais nada, a luz tem sido usada como forma de terapia desde a antiguidade. Ou seja, no Egito Antigo, Índia e China os banhos de sol já eram utilizados para tratar doenças dérmicas. Até os dias atuais com a terapia de LED.

Desse modo, a primeira demonstração da fotobiomodulação com terapia de laser de baixa intensidade (LLT) foi em 1960 com o húngaro Endre Mester. Primeiramente, ele fez um estudo aplicando alguns comprimentos de onda de luz visível e invisível no dorso tricotomizado de ratos. Seu objetivo era analisar o potencial carcinogênico, mas para a sua surpresa os animais tratados com laser tiveram um aumento do crescimento dos pelos em relação aos animais não tratados.

A partir dessa comprovação, iniciou outras aplicações para avaliar a eficácia da luz na cicatrização de feridas. Sendo assim, desde então a terapia por luz laser (light Amplication by Stimulated Emission of Radiation) e led (Light Emittion Diodo) se expandiu.

Vacuoterapia

A princípio, trata-se de uma modalidade de tratamento baseada na sucção e consequente mobilização tecidual (tissular e subcutânea) com o objetivo de aumentar o aporte sanguíneo local.

O equipamento forma-se por um sistema de sucção e acompanhado por aplicadores de vidro e de plástico. Sendo em formato de rolos e esferas, que geram uma pressão (negativa) por meio de uma aspiração e mobilização tecidual.

Por fim, o gradiente gerado pela pressão do vácuo e as manobras feitas com as ventosas ou aplicadores, garantem o aumento do fluxo sanguíneo e linfático; melhora da permeabilidade e nutrição celular. Além do efeito desfibrosante e tonificante por meio da ativação fibroblástica. Desse modo, este recurso terapêutico é importante no tratamento de lipodistrofia localizada e remodelagem do corpo.

+ Siga-nos no Instagram!

Vacuodermo Led

Desse modo, o conjunto dessas terapias fotobiomodulação (LED) e Vacuoterapia promove a otimização dos estímulos fisiológicos capazes de aumentar a atividade fibroblástica. Além disso, de organizar as fibras colágenas e favorecer o aporte de nutrientes e oxigênio ao tecido, devido ao aumento do fluxo sanguíneo. Sendo assim, ocorre também melhora na maleabilidade do tecido, revertendo por meio da ação mecânica o processo de algumas condições inestéticas. Ao estimular os linfonodos, há uma melhora da atividade do sistema linfático ocasionando a redução do edema da área de tratamento.

Indicações
  • Massagens e relaxamento muscular;
  • Terapia capilar;
  • Melhora do aspecto e tonus da pele (rugas, marcas,estrias, flacidez, clareamento);
  • Lifting facial e corporal imediato;
  • Tratamento de olheiras; acne; e celulite;
  • Redução de medidas e modelagem coporal;
  • Drenagem linfática;
  • Cicatrizes e fibroses;
  • Reparação do tecido cutâneo;
  • Dor e processo anti-inflamatório;
  • Pré e pós-cirurgico.

O que destaca um bom profissional é o conhecimento que é construído através de treinamentos, workshops, vídeo aulas, especializações, prática clínica e, também, através de textos como esse. A Fismatek está com você nessa jornada para te ajudar a se tornar uma/um profissional ESTRELA.


Afinal, quer saber mais sobre a nossa tecnologia Vacuodermo LED? Fale com um de nossos consultores Fismatek clicando aqui.

Fismatek

Fismatek

Time de Redação do Grupo Fismatek.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.