#série: Sistema Hepático e a Estética

#série: Sistema Hepático e a Estética

O fígado – do latim ficatu – é a maior glândula e o maior órgão maciço do corpo humano. Funciona tanto como glândula exócrina, liberando secreções num sistema de canais que se abrem numa superfície externa, como glândula endócrina, uma vez que também libera substâncias no sangue ou nos vasos linfáticos.

O fígado é o órgão metabolicamente mais complexo do organismo. Os hepatócitos (células parenquimatosas do fígado) realizam as funções metabólicas do fígado, sendo elas:

  • Formação e excreção de bile durante o metabolismo da bilirrubina.
  • Regulação da homeostase dos carboidratos.
  • Síntese de lipídios e secreção de lipoproteínas plasmáticas.
  • Controle do metabolismo de colesterol.
  • Formação de ureia, albumina sérica, fatores de coagulação, enzimas e diversas outras proteínas.
  • Metabolismo ou desintoxicação de fármacos e outras substâncias exógenas.

Hoje, nós vamos destacar a relação do fígado com a estética ou os tratamentos estéticos.

# Você sabia?

fígado também é quem determina se a gordura ingerida será usada para gerar energia ou será armazenada. Desse modo, se o indivíduo consome gorduras em excesso, o fígado transforma o glicerol e o ácido graxo em triglicerídeos. E assim, armazenando-os no tecido subcutâneo, criando camadas de tecido adiposo (os famosos pneuzinhos).

Por isso, quando realizado tratamentos estéticos para gordura localizada, onde ocasiona-se a lipólise de gordura. Ou seja, toda essa metabolização, realizada pelo fígado, sendo a maior indicação pontuada pelos profissionais da estética para com seus pacientes, é o controle ou não ingestão de carboidratos durante o tratamento de gordura localizada. Por exemplo, para que a terapia possa combater a gordura localizada que já existe no corpo, e perturba o sono das clientes, assim, se continuar sendo ingerido carboidratos e gorduras durante o processo de tratamento de emagrecimento, não irá chegar ao objetivo da terapia, pois o fígado não dará conta de metabolizar a gordura existente no organismo tratada pelo profissional e a que está chegando no corpo pela novas alimentações incorretas e desequilibradas.

+ Siga-nos no Instagram!

Enfim, o tratamento requer comprometimento tanto do profissional quanto do próprio paciente para que se consiga chegar no objetivo de emagrecimento. Fora a atividade física que também é recomendada para gasto energético, principalmente sendo realizada logo após a sessão estética de lipólise adiposa, onde acelerará o processo de metabolização do fígado, gerando um resultado mais satisfatório e rápido ao paciente tratado.

E aí, gostou da dica de hoje? Compartilhe essa matéria com seus amigos e pacientes!

O que destaca um bom profissional é o conhecimento que é construído através de treinamentos, workshops, vídeo aulas, especializações, prática clínica e, também, através de textos como esse. A Fismatek está com você nessa jornada para te ajudar a se tornar uma/um profissional ESTRELA.


Quer saber mais? Fale com um de nossos consultores Fismatek clicando aqui.

Leia mais: #série: Sistema reprodutor feminino e a estética

Évelin Ribeiro

Évelin Ribeiro

• Esteticista e Fisioterapeuta Responsável Técnica da Fismatek • Especialista em Eletroterapia e Terapia Intensiva • Mestre em Terapia Intensiva

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.