Protetor físico e químico – Qual a diferença?

Protetor físico e químico – Qual a diferença?

O protetor solar é um dos principais produtos que não pode faltar nos atendimentos estéticos ou na nossa vida diária, protegendo a pele do envelhecimento precoce; aparição de manchas; prevenção do câncer de pele; entre outras doenças que os raios ultravioletas acabam por induzir com o passar o tempo e uma exposição solar exacerbada. Mas você sabia que existe mais de um tipo de filtro solar e que cada um protege a pele de uma forma diferente? Isso mesmo! O produto pode conter filtros químicos ou físicos.

Vamos entendê-los:

O filtro solar químico espalha fácil e é imperceptível na pele. Por outro lado, o filtro solar físico funciona de maneira diferente. Ele é composto de óxido de zinco e/ou dióxido de titânio, ambos ingredientes naturais que contam com proteção natural de amplo espectro, protegendo contra os raios UVA e UVB. Ou seja, os protetores físicos refletem os raios solares, diferente do químico, que os absorvem.

Em contrapartida, o protetor solar físico possui efeito imediato após a aplicação, sendo especialmente indicado para crianças. O filtro solar químico (ou orgânico) protege a pele dos raios solares por meio da absorção da radiação (UVA e UVB), transformando-as em uma radiação de baixa energia, não nociva para a pele, como por exemplo o calor.

Veja a imagem a seguir onde mostra claramente as diferenças de cada filtro:

E aí, gostou da dica de hoje? Agora você sabe diferenciar os filtros solares!

Neste verão, cuide-se! Use protetor!

O que destaca um bom profissional é o conhecimento que é construído através de treinamentos, workshops, vídeo aulas, especializações, prática clínica e, também, através de textos como esse. A Fismatek está com você nessa jornada para te ajudar a se tornar uma/um profissional ESTRELA.


Quer saber mais? Fale com um de nossos consultores Fismatek clicando aqui.


Évelin Ribeiro

Évelin Ribeiro

• Esteticista e Fisioterapeuta Responsável Técnica da Fismatek • Especialista em Eletroterapia e Terapia Intensiva • Mestre em Terapia Intensiva

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.