Massagem de tecido conjuntivo denso com pressão negativa por ventosa

Massagem de tecido conjuntivo denso com pressão negativa por ventosa

Nos últimos anos, a procura por tratamentos estéticos ou até mesmo para se ter um momento de bem-estar e relaxamento, vem aumentando muito, como a massagem. Principalmente, em cidades grandes, onde a vida diária é muito ativa e a estrutura do nosso corpo acaba por sentir o impacto do dia a dia, sendo que a musculatura e o tecido conjuntivo são um dos componentes que são acometidos.

Tensões musculares, contraturas e afins são os principais fatores que ocorrem na nossa musculatura não só pela profissão que exerce, mas como se trabalha também (postura, se carrega peso e etc). Sinais e sintomas inflamatórios, como “dor, calor, rubor e edema” podem surgir nos locais dessas tensões.

Tratamentos de liberação dessas tensões, como dito anteriormente, são normalmente buscados pelos pacientes e a massagem é um dos mais realizados para a melhora do quadro. Vários tipos de técnicas de massagens são elaboradas pelos profissionais massoterapeutas, esteticistas e fisioterapeutas.

Hoje vamos comentar aqui sobre uma delas, que é a massagem do tecido conjuntivo realizada com as ventosas.

O tecido conjuntivo nada mais é que um composto de grande quantidade de matriz extracelular, células e fibras. Suas principais funções são: fornecer sustentação e preencher espaços entre os tecidos, além de nutri-los. Este tecido é classificado em “Denso”, “Frouxo”, “Cartilaginoso”, “Ósseo”, “Sanguíneo” e “Adiposo”.

O adiposo, possui pouca matriz extracelular, mas uma quantidade considerável de fibras reticulares e adipócitos; o sanguíneo, a sua matriz apresenta-se no estado líquido, encontrando-se glóbulos vermelhos, brancos e plaquetas; o ósseo consiste em um tecido rígido, rico em fibras de colágeno, sendo sua matriz calcificada; já o frouxo é por sua vez, constituído por muitas células e poucas fibras e o denso, que é o foco desta matéria de hoje, se enquadra por ter poucas células, porém, uma delas é o fibroblasto e tem a predominância das fibras de colágeno.

+ Siga-nos no Instagram!

O tecido conjuntivo denso encontra-se abaixo do epitélio, na derme, conferindo resistência às pressões mecânicas. Por isso, para se trabalhar este tecido precisa de técnicas diferenciadas que consiga driblar essa resistência e eliminar as tensões. Um dos requisitos da técnica é a não utilização de veículos (cremes e afins), isso mesmo, não usaremos nesta técnica cremes e óleos de massagem, é um tratamento a “seco”.

O equipamento que vamos utilizar para efetuarmos a técnica é o Vacuodermo Fismatek com a ventosa Boca de Sino com pressão variável entre 100 a 300 mmHg, e realizaremos deslizamentos ou movimentos de fricção (vai e vem) com a ventosa acima da região tensionada. Muitas pessoas irão se perguntar: “Mas ao deslizar a ventosa incomodará a cliente”, a resposta neste caso é Sim! Incomodará um pouco sim. Como estamos driblando a resistência desse tecido, precisaremos chegar a uma pressão considerável e habilidades para alcançar o resultado esperado.

Veja imagens abaixo:
Vacuodermo Portátil Fismatek
Gabinete Fismatek (Vacuodermo)
Vacuodermo Total Fismatek

Para vocês terem uma ideia, muitos atletas (principalmente nadadores, jogadores de basquete e afins) utilizam de variadas técnicas para promover essa massagem do Tecido Conjuntivo e liberando essas tensões, com resultados satisfatórios. Normalmente são realizados pelos massoterapeutas e fisioterapeutas da equipe desses atletas.

Essa técnica pode ser realizada de acordo com a avaliação do profissional e necessidade do paciente. A técnica em princípio acaba no momento da realização por ser dolorida, mas após o tratamento o paciente relata alívio em suas tensões.

Quer saber mais? Participe da nossa Lista VIP da FISMATEK no WhatsApp. Clique aqui para acessar.

Évelin Ribeiro

Évelin Ribeiro

• Esteticista e Fisioterapeuta Responsável Técnica da Fismatek • Especialista em Eletroterapia e Terapia Intensiva • Mestre em Terapia Intensiva

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.