Fatores primordiais a serem considerados em uma avaliação corporal

Fatores primordiais a serem considerados em uma avaliação corporal

Muitos são os tratamentos corporais que a estética consegue atuar. Mas no momento de avaliar cada paciente, muitos profissionais ainda possuem dúvidas se exerceu uma boa avaliação. Ou se tinha algo a mais que pudesse ser acrescentado. Por isso, escolhemos esse tema para falar hoje.

Sempre é importante levar em consideração, que cada paciente é um. Cada cliente possui fatores particulares de cada um, que se não avaliadas corretamente, pode fazer toda diferença de resultados dos tratamentos. Seja para mais ou para menos, principalmente.

Veja os passos iniciais para uma avaliação corporal:

Antes de tudo, os dados de cada cliente é super importante para o profissional manter contato com seus pacientes. Por exemplo, agendar uma reavaliação; promoções; vantagens; dicas; lembrete das consultas; felicitações em dia comemorativos. Ou seja, fazer o cliente se sentir lembrado e cuidado. Mas, com moderação! Muitas pessoas não gostam de serem incomodadas o tempo todo com propagandas. Desse modo, uma dica é alternar as publicações, sendo, uma frase de motivação um dia; uma promoção na outra; uma dica em outro dia e assim por diante.

Segundo fator essencial:

Aqui entram as medições e graus das complexidades estéticas (estrias, fibro edema gelóide, gordura localizada, flacidez e afins). Vale a pena destacar o uso de balança de bioimpedância que mensura separadamente o peso muscular, gordura, líquido e ossos do corpo. A adipometria também é válida, para a mensuração da quantidade de gordura local. Perimetria com a fita métrica também, para verificação do tamanho do membro tratado.

Ah! Não esqueça das marcações das áreas a serem tratadas com lápis demográfico.

Terceiro passo para a avaliação corporal:

Verificar a vida diária de cada cliente. Ou seja, bebe muita água? Fuma? Consome bebida alcoólica? Usa cosméticos diariamente, principalmente protetor solar? Como é a alimentação? Come doce? Come muita comida salgada? Pratica atividade física? E principalmente, se está fazendo algum tratamento médico e se já fez exames de rotina no ano, e se fez, está tudo bem? Faz uso de medicamentos? Trabalha em pé ou sentado?

Enfim, quanto mais o profissional conseguir tirar de informações da vida diária de seus clientes, melhor! Esses e outros questionamentos são válidos para saber direcionar o melhor tratamento. E claro, o profissional pontuar a cada um, o melhor caminho que seu(a) cliente deve seguir durante sua vida diária. E assim, colaborar para resultados mais rápidos, eficientes e duradouros.

Dicas extras: Alimentação saudável

Sabemos que a ingestão de cerca de 2 a 4 litros de água por dia é importante para o bom funcionamento do organismo e eliminação de catabólitos do nosso corpo. Assim como, uma alimentação saudável, pois, o menor consumo de açúcar colabora para, principalmente, não só a diabetes; mas também, o envelhecimento da nossa pele. Ou mesmo o auto consumo de sal na comida que contribui além do envelhecimento tegumentar, a retenção de líquido corpóreo também. Além disso, uma boa alimentação diminui os problemas de saúde, como por exemplo: probabilidade de cálculos renais, entre outras patologias.

Dicas extras: Prática de atividade física

A prática de atividade física, além do bom funcionamento do organismo, acelera o metabolismo por meio do gasto energético a nível muscular. Principalmente quando tratado a gordura localizada, para gerar a lipólise dos adipócitos. No entanto, a Diabete ou Hipertensão descompensadas devem avaliar a cada sessão. Pois, o profissional precisa do parâmetro sensitivo do seu cliente, onde a diabete descompensada, a pessoa tem perca de sensibilidade, podendo acarretar intercorrências na sessão como queimaduras, por exemplo. Assim como, a hipertensão, muitos maquinários usados em tratamentos estéticos aumentam a vascularização podendo oferecer complicações para a saúde desses pacientes.

Um órgão que é importante que esteja saudável é o fígado, pois ele participa do processo de metabolização do organismo, principalmente, em tratamentos de lipólise de gordura. Pacientes que ingerem sem moderação bebida alcoólica ou são tabagistas em ademasia, bate de frente, principalmente, nos tratamentos de flacidez, rejuvenescimento e afins, sendo importante pontuar isso aos clientes. Uso de certos medicamentos e cosméticos podem inibir ou gerar processos alérgicos com a combinação de muitas terapias estéticas. Cuidado!

O importante é olhar o cliente como um todo, não só a queixa estética que ele ou ela te relata.

Espero ter colaborado com vocês para uma melhor avaliação clínica estética! Até a próxima matéria!


Quer saber mais? Fale com um de nossos consultores Fismatek clicando aqui.

Évelin Ribeiro

Évelin Ribeiro

• Esteticista e Fisioterapeuta Responsável Técnica da Fismatek • Especialista em Eletroterapia e Terapia Intensiva • Mestre em Terapia Intensiva

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.