Atualmente tem crescido o número de mulheres e homens que têm deixando o tabu de lado para irem em busca de tratamentos estéticos voltados para a região íntima, dentre os mais procurados estão o clareamento, epilação e até mesmo o rejuvenescimento íntimo, tudo em busca da melhora da autoestima.

Eu sou Mayte Peres, biomédica esteta e faço parte do Centro Científico de Pesquisa da Fismatek. Irei compartilhar com vocês uma sugestão de protocolo para tratamento destas áreas através de três equipamentos diferentes: Criolipólise, Criofrequência e Luz Intensa Pulsada, pois entendo que se trata de um assunto delicado, tendo em vista que os estudos ainda são muito recentes e consequentemente a aplicação da técnica pode gerar insegurança.

Figura 1 – Região Íntima, como tratar?

Sempre é preciso avaliar o quadro geral da sua cliente para direcionar com mais destreza o seu tratamento. Perguntas como: Qual o tipo de depilação que você realiza até o momento? Qual o período da sua última menstruação? Menopausa? Gestante? Entre outros questionamentos, são importantes para delimitar a área de aplicação e a conduta, tendo em vista que podemos trabalhar com os três equipamentos, porém com finalidades diferentes e para isso, precisaremos entender o mecanismo fisiológico de cada um deles.

Irei abordar de forma simples e sucinta a frequência e intervalo das sessões além dos mecanismos envolvidos no clareamento, rejuvenescimento e diminuição do tecido adiposo da área de monte vênus a fim de elucidar um protocolo para você agregar em sua rotina dentro do seu centro estético. Acompanhe através da tabela abaixo:

EquipamentoÁreaTipo de ponteira e diferenciaisMecanismo de ação
iCRYO – Criolipólise de 4ª geraçãoMonte VênusPonteira pequena – material medical rubber com melhor acoplamentoCongelamento do tecido adiposo localizado para causar a morte adipocitaria através da apoptose.  
Axcel CriofrequênciaLábios maioresPonteiras monopolares pequenas – ponteira autoclavável que proporciona mais segurança e confiabilidadeAumento da produção de colágeno e elastina através do estímulo do fibroblasto, que resulta em um novo colágeno. Ocorre aumento do estresse osmótico e oxidativo através das proteínas HSP. 
Evoc E-lightLábios maiores e monte vênusFiltro 560nm – manchas Filtro 690nm – epilação560nm – Destruição dos melanossomas para diminuição da hiperpigmentação 690 – Na fotoepilação a melanina recebe a luz, que é transformada em calor e é transmitida para todo o folículo piloso causando a destruição das células na matriz germinativa

Lembrando que, dessa forma, podemos selecionar em uma avaliação o melhor tratamento a ser direcionado, respeitando os limites e frequências mencionados acima.


Quer saber mais? Fale com um de nossos consultores Fismatek clicando aqui.


escrito por Mayte Peres
• Tecnóloga em Estética e Cosmetologia – Centro Universitário SENAC
• Biomédica pós graduada em Estética – FMU/IPESSP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>