Como posso contribuir para recuperação do tecido queimado?

Como posso contribuir para recuperação do tecido queimado?

Em Junho, especificamente no dia 06, considera-se o Dia Nacional de Luta contra Queimaduras. Você sabia que mais de 1 milhão de pessoas por ano sofrem queimaduras?

Segundo dados do Ministério da Saúde, queimaduras acometem 1 milhão de pessoas anualmente e mais de 100 mil pacientes necessitam de atendimento hospitalar e posteriormente clínico para colaborar com a boa cicatrização da pele, a inclusão social e afins. Por isso, instituiu-se a data com o objetivo de divulgar, principalmente, medidas preventivas necessárias à redução de acidentes.

Queimadura é toda lesão provocada pelo contato direto com alguma fonte de calor ou frio, produtos químicos, corrente elétrica, radiação, ou mesmo alguns animais e plantas (como larvas, água-viva, urtiga), entre outros.

Primeiros Socorros:

  • Colocar a parte queimada debaixo da água corrente e fria, com jato suave, por aproximadamente 10 minutos;
  • Compressas úmidas e frias também são indicadas;
  • Se houver poeira ou insetos no local, mantenha a queimadura coberta com pano limpo e úmido;
  • Em casos de queimaduras severas e em grandes extensões corporais, por substâncias químicas ou eletricidade, a vítima necessita de cuidados médicos urgentes.
  • Não aplicar pomadas, pó de café, pastas de dentes e afins no local lesionado;
  • Não fure bolhas;
  • Não toque na queimadura com as mãos;
  • Não tente descolar tecidos grudados na pele queimada.

Após o paciente obter alta hospitalar inicia-se a reabilitação do(s) membro(s) acometido (s) pela(s) queimadura(s), assim como cuidados com a cicatrização, entre outras necessidades  que cada paciente apresente. Existem vários recursos que a Fisioterapia unida com a Estética poderá contribuir para o paciente, dentre elas, destacamos a Vacuoterapia e a Fototermoterapia (LED’s).

A Vacuoterapia irá contribuir com a mobilidade da pele, visando as cicatrizes aparentes no local, isso acaba-se por gerar mais amplitude de movimento (ADM) ao(s) membro(s) acometido(s) o que facilita a movimentação do(s) membro(s) para um estágio de 100% da movimentação articular ou mesmo o mais próximo do normal possível, objetivando o paciente a maior independência possível e o retorno a sociedade. Já os LED’s vermelho e infravermelho são bastante utilizados nessa fase, que são indicados, principalmente, por serem anti-inflamatórios, cicatrizantes, drenantes, controle de dor e afins. 

A Fismatek possui um equipamento denominado de Vacuodermo Led e caracteriza-se por obter essas duas tecnologias ditas no parágrafo anterior, que poderão ser aplicadas separadamente ou simultaneamente, dependendo do objetivo de tratamento para cada paciente. Além, claro, de ser utilizada para este fim (pós queimadura), também poderá ser aplicado em tratamentos faciais (rejuvenescimento, drenagem, cicatrização, entre outros), corporais (celulite, drenagem, pós cirúrgico, cicatrização, modelagem corporal e etc), assim como em tratamentos capilares (couro cabeludo e fios).

Além de um equipamento com um leque de tratamento variado, possui um ótimo custo benefício e retorno lucrativo, já que pode ser empregado em muitos tratamentos, associados a outras técnicas e dificilmente NÃO ficará parado no cantinho da sua sala de atendimento. Leve, bivolt automático, fácil manuseio e didático, é um dos equipamentos que não pode faltar em seus atendimentos!

Que saber mais sobre o Vacuodermo LED? Entre em contato com um de nossos consultores através do WhatsApp (11) 9-7252-3375.

Évelin Ribeiro

Évelin Ribeiro

• Esteticista e Fisioterapeuta Responsável Técnica da Fismatek • Especialista em Eletroterapia e Terapia Intensiva • Mestre em Terapia Intensiva

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.