Chega de umbigo de triste

Chega de umbigo de triste

O famoso umbigo triste é muito comum em mulheres que passaram por uma gestação e pessoas que estavam acima do peso e emagreceram.

Muitas vezes os exercícios físicos, dietas e cremes não são suficientes para melhorar a flacidez da pele corporal. Hábitos de vida saudável são essenciais, mas é necessário escolher um tratamento adequado para melhorar a perda da elasticidade e o tônus da pele.

As fibras colágenas dão estrutura ao tecido e a elastina a flexibilidade, elas estão intimamente entrelaçadas na derme, sendo um dos principais tecidos de suporte da pele. As mudanças nas estruturas que suportam a força tênsil, ocasionam uma debilidade na espessura do tecido conectivo que aliado a maiores tensões sobre a pele, como na obesidade por exemplo, gera a flacidez cutânea.

O que fazer para melhorar o umbigo triste?

Para melhorar essa alteração inestética, é necessário usar estratégias que estimulem a produção de colágeno e criem pontos de ancoragem, além é claro da termocontração. O Ultrassom Macro e Microfocado Herus HIFU 4D é atualmente uma das tecnologias mais modernas, podendo ser associado a outras condutas como por exemplo bioestimuladores.

Dupla de sucesso

Associar tecnologias é a melhor estratégia para conquistar resultados significativos.

O Herus HIFU 4D e a Axcel Criofrequência são versáteis, pois possuem programações que tratam gordura localizada e flacidez. Contudo, quando associados produzem resultados muito mais eficazes. Eles aumentam a produção de colágeno e o Herus ainda cria pontos que geram um lifting.

Com altas tecnologias é possível conquistar resultados excelentes.


O que destaca um bom profissional é o conhecimento que é construído através de treinamentos, workshops; vídeo aulas; especializações; prática clínica e, também, através de textos como esse. Além disso, a Fismatek está com você nessa jornada para te ajudar a se tornar uma/um profissional ESTRELA.


Por fim, quer saber mais? Fale com um de nossos consultores Fismatek clicando aqui.

Aline Yamamoto

Aline Yamamoto

- Fisioterapeuta - Mestre em Fisiologia (UNESP)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.