Alta tecnologia e inovação na estética: um mercado dinâmico e promissor

Alta tecnologia e inovação na estética: um mercado dinâmico e promissor

Profa Dra Estela Sant’Ana

Falar de tratamentos estéticos é falar em inovação e tecnologias para a realização dos serviços e procedimentos. Para tal, é necessário alinhar educação continuada aos profissionais e garantir a segurança do paciente e dos produtos que são manuseados e aplicados na clínica, além de estratégias para atrair mais clientes.

Se atualizar no mercado de estética é o primeiro passo para colher os frutos deste setor. Resultados próximos aos de uma cirurgia plástica produzindo rejuvenescimento, harmonização/lifting facial e remodelamento corporal e tonificação muscular. Pele maravilhosa, lisinha e sem pelos. Estamos falando sobre um verdadeiro arsenal a favor da beleza, saúde e bem-estar.

Se manter atualizado exige trabalho e empenho! Não importa se você é recém-formado, não importa se você está trabalhando há muitos anos, reciclagem e conhecimento são importantes para todo mundo, independente do seu estágio profissional. Se a gente não se reciclar, a gente fica para trás e o mercado, oh! Engole! Por que é isso que acontece num mercado que muda tão rápido como o da estética.

Assim sendo, os equipamentos que você usa na clínica precisam estar à altura da inovação que este setor demanda. O crescimento do mercado de estética no Brasil exige que os profissionais desta área se atentem às tendências de tecnologias. Segue meus preferidos:

Herus® HIFU e Herus HIFU 4D®

O ultrassom microfocado é tecnologia “padrão ouro” para o tratamento de flacidez de pele e permite resultados imediatos e duradouros. A técnica produz pontos de coagulação térmica a profundidade controlada tratando a flacidez cutânea, atuando no rejuvenescimento não invasivo e não cirúrgico promovendo um efeito de aumento de sustentação do tecido dérmico. 

O mecanismo de ação se baseia no aquecimento focado da pele, onde as

ondas de ultrassom produzem pontos focais microscópicos de desnaturação

térmica de colágeno no sistema músculo-aponeurótico superficial (SMAS) e na derme profunda, induzindo contração, neocolagênese e consequente aumento da firmeza desses tecidos de forma não invasiva, sem lesão superficial da pele. Transdutores curvos de diferentes frequências determinam a profundidade de aplicação em 1,5, 3, ou 4,5 mm, respectivamente. 

A tecnologia 4D permite o adensamento dos pontos focais deixando a distribuição mais uniforme permitindo resultados ainda melhores. 

O ultrassom macrofocado é usado para o tratamento da gordura localizada, atuando na diminuição não cirúrgica desta. A lesão é causada na profundidade (7 mm e 13 mm) pelo calor gerado pelo ultrassom.

O mecanismo de ação se baseia no aquecimento focado do tecido subcutâneo, onde as ondas de ultrassom produzem pontos microscópicos de desnaturação térmica da gordura no tecido celular subcutâneo, induzindo contrações, quebra de adipócitos e sua consequente reabsorção. 

Para operar esse tipo de tecnologia de forma eficaz e segura é muito importante que o profissional seja bem treinado, que possua profundo conhecimento de anatomia e conhecimento para compreender as áreas permitidas para aplicação a profundidade adequada.

Criofrequência AXCEL®

A radiofrequência é uma forma de corrente elétrica alternada, cuja frequência varia de 3 a 300 MHz. O mecanismo de ação da RF se baseia no aquecimento volumétrico controlado da derme profunda, enquanto a epiderme é preservada através de sistemas de resfriamento. Essa tecnologia recebeu o nome de criofrequência. Com a ponteira resfriada, maior densidade de energia pode ser aplicada com segurança. 

Abaixo da epiderme preservada, ocorre a desnaturação imediata das fibras de colágeno, induzida pelo calor, e esse é o possível mecanismo responsável pela retração imediata do tecido e a neocolagênese subsequente, pelo efeito clínico mais tardio.

A criofrequência pode ser utilizada com modo de ação monopolar ou bipolar (esta pode ser combinada em diferentes pólos) criando-se um campo eletromagnético de ação profunda no tecido subcutâneo tendo efeito sobre as células de gordura da hipoderme, tendo efeito de remodelamento corporal. O calor gerado na superfície da pele é transmitido para as camadas mais profundas (derme e subcutâneo), alterando a

estrutura dos tecidos e desencadeando o processo de reparo e regeneração celular. 

A tecnologia Axcel oferece ponteiras dedicadas que permite desde tratamentos faciais e corporais incluindo estética íntima e é uma tecnologia imprescindível numa clínica de estética avançada. 

EVOC® E-light e EVOC® Slim

A Luz Intensa Pulsada é um sistema formado por lâmpadas de flash, policromáticas, de alta energia, que emitem amplo espectro com comprimentos de onda entre 400 a 1200 nm.  O feixe de luz emitido é absorvido pelos cromóforos alvos da pele (melanina, hemoglobina e água) e convertido em calor. 

Com o uso de vários filtros de corte, que selecionam o comprimento de onda desejado, o espectro de onda correto pode ser filtrado, para corresponder à profundidade do cromóforo que deve ser tratado. 

O EVOC e-light inova quando propõe o uso da radiofrequência simultânea a emissão da luz e/ou uso isolado da criofrequência. 

Por causa do amplo espectro e das muitas combinações possíveis de faixa de emissão, tempo de pulso, intervalo entre disparos e fluências permite tratar uma variedade de distúrbios estéticos tais como acne, rosácea e telangiectasias superficiais, melanoses e manchas, rugas e flacidez de pele e remoção de pelos indesejáveis. 

O EVOC possui:

Filtro 420 nm- trata ACNE

Filtro 530 nm- trata VASCULAR (telangiectasia e rosácea)

Filtro 560 nm – trata MANCHAS e faz REJUVENESCIMENTO

Filtro 690 nm- trata EPILAÇÃO

Além do aplicador SRH Filtro 690 nm para EPILAÇÃO em movimento, que permite distribuição uniforme da energia e diminui o risco de intercorrências. 

A escolha dos parâmetros a serem utilizados é sempre individualizada para cada paciente. A programação do aparelho pode ser realizada somente após análise cuidadosa da pele, que inclui avaliação da cor (fototipo), bronzeamento ou não, lesão a ser tratada (melanose solar, vasos) e suas características (tamanho, intensidade de cor, profundidade). 

Durante a sessão, os parâmetros podem ser ajustados, de acordo com a resposta imediata da pele, que deve ser reconhecida. Trata-se de uma tecnologia versátil e eficiente que proporciona resultados incríveis, no entanto, requer que o profissional que atua com essa tecnologia seja bem treinado e que se mantenha atento às possíveis variáveis apresentadas pelo paciente no momento da sessão. 

ÔNIX®

O campo eletromagnético focalizado de alta intensidade ONIX é a tecnologia mais moderna quando o quesito é ganho de massa muscular, hipertrofia e remodelamento corporal. O ONIX chega com uma proposta diferenciada. Agora é possível lapidar corpos com rapidez, segurança e eficiência porque ele trata flacidez muscular como nenhuma tecnologia fez até hoje. 

A flacidez muscular era, de certa forma, negligenciada nos tratamentos estéticos. Só tínhamos à disposição as correntes terapêuticas. A alta frequência emitida pelo equipamento proíbe o relaxamento muscular, esse tipo de contração não pode ser reproduzido pela contração muscular voluntária.

O ONIX é capaz de produzir cerca de 20 a 36 mil contrações musculares supramáximas em 30 min. São ativados somente os neurônios motores, os neurônios que captam estímulos dolorosos não são ativados, portanto o tratamento é indolor. Isso só é possível por que a corrente elétrica secundária produzida pelo campo eletromagnético passa facilmente pela pele e tecido adiposo chegando aos músculos com pulsos ultracurtos e na profundidade necessária para recrutar o máximo de unidades motoras simultaneamente. 

Vittus® 4D

Para a remoção dos pelos indesejados o Vittus 4D atua com um blend de 4 diferentes com comprimentos de onda 755nm, 810nm, 940m e 1064nm. Esses comprimentos de onda correspondem aos do pico de absorção da melanina, que é o cromóforo-alvo a ser atingido na remoção de pêlos com luz.

A utilização de tecnologias LASER para remoção de pelos indesejáveis baseia-se no princípio da “fototermólise seletiva” (Anderson e Parrish, 1981), no qual a luz é utilizada de modo a atingir preferencialmente os pelos com coloração escura. Esse conceito demonstrou que a destruição seletiva de alvos (chamados de cromóforos) da pele (melanina, hemoglobina) pode ocorrer com lasers que emitem luz com comprimentos de onda bem absorvidos por esses alvos e duração de pulso rápida o suficiente para limitar o dano térmico, protegendo a pele adjacente ao alvo, e evitando queimaduras indesejáveis. Em resumo, ocorre aquecimento seletivo do alvo (e consequentemente o dano ao pelo) por absorção preferencial da luz do laser e produção de calor no cromóforo, com energias específicas, minimizando a possibilidade de eventos indesejáveis.

Essa tecnologia inovadora requer conhecimentos essenciais sobre parametrização, fototipos, ciclo de crescimento dos pelos e cuidados gerais requer que o profissional seja bem treinado e que se mantenha atento às possíveis variáveis apresentadas pelo paciente no momento da sessão. 

Conclusão

Como você pôde ver neste conteúdo, é fundamental modernizar a clínica, bem como treinar e manter atualizado os profissionais que operam alta tecnologias e equipamentos inteligentes, para assim, conseguir relevância no mercado de estética e atrair cada vez mais pacientes.

Sem dúvida sai na frente aquele que se aprimora profissionalmente. A estética é uma área extremamente dinâmica e de crescimento significativo mesmo em tempos de crise. Mas muito mais que seguir protocolos, o profissional precisa conhecer detalhes sobre o desenvolvimento da tecnologia e sua possível interação com os tecidos biológicos antes de se atrever a aplicar. Isso embasa associações e favorece uma intervenção mais efetiva.

Parceria Ciência & Estética e Grupo Fismatek 

www.cienciaeestética.com.br 

Escrito por Profa Dra Estela Sant’Ana

https://www.instagram.com/draestelasantana/

Fismatek

Fismatek

Time de Redação do Grupo Fismatek.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.